A meditação e o mindfulness desenvolvem um conjunto de capacidades que permitem ao praticante relacionar-se com o que se passa dentro e fora de si, com mais sabedoria e compaixão.

Origem

A meditação e o mindfulness desenvolvem um conjunto de capacidades que permitem ao praticante relacionar-se com o que se passa dentro e fora de si, com mais sabedoria e compaixão.

A meditação e o mindfulness são utilizados desde os anos 70 como prática terapeutica em diversos contextos (saúde, empresas, educação) e tem demonstrado resultados comprovados no aumento do bem-estar físico e psicológico. A investigação em neurociência comprova a utilidade da utilização deste tipo de técnicas como terapia.

Emoções

A dificuldade que o ser humano tem em lidar com o stress e sentimentos fortes, faz com que nos deixemos dominar pelas emoções fortes, podendo levar a problemas de saúde.

Existe uma zona do cérebro que está ligada ao medo, à ansiedade e outras sensações desafiantes, e outras que permitem não só observar a forma como reagimos automaticamente a esses sentimentos, mas também, a possibilidade de alterar o desenvolvimento das respostas emocionais.

Existem dois tipos de reação: adequada e desadequada, sendo que na 1ª estão todas as situações de stress movidas pelo medo que nos leva a agir, por exemplo, ao atravessar a estrada se se aproximar um carro a nossa reação é correr; já a 2ª é quando ficamos a pensar muito numa determinada situação provocando medo e preocupação que irão desencadear mais pensamentos, que, por sua vez, poderão desencadear emoções ainda mais fortes, e por aí em diante.

Vantagens

A meditação e o mindfulness estimula a concentração na respiração, acedendo assim ao sistema nervoso autónomo (gere as funções que ocorrem à margem da consciência, como o ritmo cardíaco, a tensão arterial e a digestão). Ao concentrar a atenção na inspiração, permite-nos ter energia e estimula o estado de alerta (luta ou fuga), na expiração, para acalmar e descontrair (repouso e digestão), ajudando o praticante a regular o seu estado emocional.

A meditação é uma das estratégias para regular o estado emocional, mas existem outras, que a complementam!

És mais corajoso do que crês, mais forte do que pareces e mais esperto do que julgas

Christopher Robin

Toma as rédeas da tua vida, garantindo a tua estabilidade emocional!

Diana Pinto

Podes acompanhar o meu trabalho na minha Página do Facebook e entrares no Canal do Telegram da Comunidade Online.

Diana Pinto

Diana Pinto

Ajuda pessoas que se sentem cansadas emocionalmente a terem uma vida mais equilibrada, tranquila e FELIZ no seu dia-a-dia.

Mais artigos:

Partilhe este artigo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email