Criatividade

"Criatividade é a arte de conectar ideias.” Steve Jobs
"Criatividade é a arte de conetar ideias.” Steve Jobs

A palavra criatividade vem do latim creatus, que significa criar, e do verbo infinitivo creare. De acordo com o dicionário, o termo criatividade pode ser definido como “a qualidade ou caraterística de quem é criativo; inventividade; inteligência e talento, natos ou adquiridos, para criar, inventar, inovar.

Criatividade é a inteligência divertindo-se.

Albert Einstein

Desenvolver a Criatividade

Desenvolver a criatividade é fundamental para te destacares no trabalho e estimular novas ideias. Queres saber como ser criativo? 
Com a ajuda do autoconhecimento, é possível desenvolver a criatividade com 10 dicas de exercícios:

Exercita a mente – Estar aberto a novas experiências e procurar aprender coisas diferentes. Realizar exercícios mentais, como palavras cruzadas, quebra-cabeças ou jogos que estimulem o pensamento. Isso ajuda a fortalecer a tua capacidade de resolver problemas de maneira criativa;

Cultiva a curiosidade – Explorar áreas fora de tua área de atuação, lê livros diversos, vê filmes, visita exposições de arte e envolve-te em atividades culturais. Isso ampliará os teus horizontes e alimentará a tua criatividade;

Faz Conexões – Procurar estabelecer conexões entre ideias aparentemente não relacionadas. Encontra maneiras de combinar conceitos e abordagens diferentes para gerar soluções únicas. O pensamento associativo é uma habilidade chave para impulsionar a criatividade;

Pratica o brainstorming – Realizar sessões de brainstorming regularmente, tanto individualmente quanto em grupo. Envolve gerar ideias livremente e sem críticas para encontrar soluções criativas para um problema;

Estimula a diversidade – Interagir com pessoas de diferentes origens, culturas, perspetivas e áreas de atuação. A diversidade de pensamentos e experiências promove o pensamento criativo, uma vez que te expõe a diferentes pontos de vista e estimula a reflexão sobre novas abordagens, através de Networking, por exemplo;

Pratica resolução de problemas – Enfrentas desafios e problemas complexos no trabalho. Como ser criativo? Ao procurar soluções, adota uma abordagem criativa e explora diferentes ângulos. Às vezes, é preciso sair da zona de conforto para encontrar as respostas mais inovadoras. Podes usar, para além do Brainstorming, Mapas Mentais (são uma técnica visual que te pode ajudar a organizar as tuas ideias e a explorar diferentes soluções para um problema), Pensamento Lateral (envolve olhar para um problema de um ângulo diferente e encontrar soluções criativas e inovadoras), Identificação do Problema (antes de começares a procurar soluções, certifica-te de ter uma compreensão clara do problema que estás a tentar resolver), Análise SWOT (técnica de análise de forças, fraquezas, oportunidades e ameaças que te pode ajudar a avaliar as diferentes soluções disponíveis e a escolher a melhor) e Benchmarking (envolve a comparação das práticas e desempenho da tua empresa com outras empresas de sucesso, para identificar práticas inovadoras e soluções para problemas comuns);

Experiencia coisas novas – Não tenhas medo de cometer erros ou de tentar coisas novas. A experiência é parte integrante do processo criativo. Sê flexível nas tuas abordagens e disposta a testar soluções não convencionais;

Inspira-te – Procura inspiração em diferentes fontes, como livros, filmes, arte, música e até mesmo a natureza. Expor-te a diferentes formas de expressão artística e a ambientes estimulantes pode impulsionar a tua criatividade e oferecer novas perspetivas;

Desenvolve hábitos criativos – Reserva um tempo dedicado à criatividade na tua rotina diária. Estabelece um ambiente propício à inspiração, como um espaço de trabalho agradável, ouvir música, praticar exercícios de relaxamento, meditação ou yoga, por exemplo;

Mantem um diário criativo – Ter um caderno ou arquivo digital para anotar todas as tuas ideias, insights e inspirações, vai-te ajudar a acompanhar o progresso criativo e fornecer uma fonte valiosa de referência no futuro. Podes fazer um Visionboard para te manteres inspirado e saberes quais os objetivos que pretendes alcançar.

É importante lembrar que a criatividade é um processo contínuo e individual, e diferentes técnicas funcionam para diferentes pessoas. Então, experimenta as estratégias propostas e adapta-as.

A partir da prática aprendes a ser criativo e a destacares-te ainda mais a nível pessoal e, claro, a nível profissional!

Criatividade é uma mente selvagem e um olho disciplinado.

Dorothy Parker

Fatores que influenciam a criatividade

Existem estudos que abordam alguns fatores, que influenciam o desenvolvimento da capacidade criativa do ser humano, segundo as teorias sistêmicas da criatividade, sendo eles:

Família – As experiências familiares são fundamentais para a formação da pessoa, a constituição de valores, crenças, sentido crítico e criatividade.

Escola – A escola é onde se passa grande parte da vida e, portanto, ideal para o desenvolvimento do potencial criativo, por meio de professores criativos que, valendo-se da criatividade, podem tornar suas aulas mais prazerosas e estimulantes.

Ambiente de trabalho – As empresas, por sua vez, requerem indivíduos criativos, até por questão de sobrevivência no mercado.

Contexto sociocultural – A criatividade também é influenciada pela cultura, dependendo da situação, das pessoas e de seus elementos constituintes.

Saúde do indivíduo – A saúde é vista como um processo de funcionamento integral de todo o ser, que aumenta e otimiza seus recursos, entre eles, a criatividade.

Você não pode esgotar a sua criatividade. Quanto mais você usa, mais você tem.

Maya Angelou

Caraterísticas de uma pessoa criativa

Qualquer pessoa pode ser criativa. Se pintas de maneira casual, não és menos criativo que alguém que vive disso. 

Pessoas criativas possuem certas habilidades e traços. Elas estão sempre questionando, surgindo com soluções criativas para um problema e exibindo um comportamento mais lúdico. Têm uma grande sensibilidade emocional, nunca estão conformadas com certas situações e não têm medo de serem vistas como diferentes ou mostrando pensamentos incomuns. Existem 10 características de uma personalidade criativa:

  1. Grande quantidade de energia, mas também são geralmente quietos e tranquilos;
  2. Tendem a serem espertos, mas ingênuos ao mesmo tempo;
  3. Têm uma combinação de ludicidade e disciplina, ou responsabilidade e irresponsabilidade;
  4. Alternam entre imaginação e fantasia de um lado, e senso de realidade de outro;
  5. Parecem acolher as tendências opostas entre extroversão e introversão;
  6. São notavelmente humildes e orgulhosos ao mesmo tempo;
  7. Até certo alcance, escapam de estereótipos rígidos de gênero;
  8. Geralmente são imaginados como rebeldes e independentes;
  9. A maioria é apaixonada pelo trabalho, mas podem ser extremamente objetivas sobre ele também;
  10. A abertura e sensibilidade de pessoas criativas frequentemente as expõem a sofrimentos, mas também a uma grande quantidade de satisfação e alegria.

Somos tão criativos que, quando não temos problemas, nós os inventamos.

Augusto Cury

Como é a rotina de uma pessoa criativa

Pessoas criativas costumam ter uma rotina diferente, mantendo hábitos que estimulam o seu cérebro a ter novas ideias:

  • Acordam cedo: isso evita distrações, além de permitir que aproveites melhor o dia;
  • Exercitam-se com regularidade: os exercícios trazem a sensação de bem-estar. Sem falar que ao ficar bem fisicamente, o teu humor melhora e há mais facilidade para te concentrares e seres produtivo;
  • Seguem uma agenda: muita gente pensa que as pessoas criativas não conseguem se encaixar em ambientes com o mínimo de pressão. Mas, na verdade, elas também se organizam para cumprir prazos, abrindo espaço na agenda para trabalhar nas atividades do seu interesse;
  • Trabalhar em qualquer lugar, a qualquer hora: uma boa ideia pode surgir de uma hora para outra. Por isso, pessoas criativas conseguem trabalhar em qualquer lugar, estando sempre a anotar pensamentos que possam ajudar nas suas atividades;
  • Ficam ativos: a inatividade é uma das maiores inimigas para quem precisa criar. Para estimular a tua criatividade é preciso seguirem em frente, ir em busca de experiências novas, o que te permite ter novas ideias.

Um aspeto essencial da criatividade é não ter medo de fracassar.

Dr. Edwin Land

Como o ambiente influencia a criatividade

O ambiente em que te encontras influencia, de forma significativa, na tua capacidade de ser criativo. Fazer parte de um local de trabalho que dá liberdade aos seus colaboradores de se expressarem totalmente, sem colocar barreiras, é imprescindível para soltar a criatividade.

Cada vez mais, há empresas, como a Google, que criam espaços para que os seus funcionários se possam divertir e descomprimir,  realizando atividades que fogem da sua rotina no trabalho, como Meditação, Yoga, Exercício Físico, Yoga do Riso, por exemplo.

Essas empresas proporcionam um ambiente despreocupado para que o colaborador relaxe, uma vez que é nessas horas de descontração que o processo criativo começa a gerar insights.

A criatividade é pensar coisas novas. A inovação é fazer coisas novas.

Theodore Levitt

Tipos de criatividade

A criatividade pode ser trabalhada de maneira individual ou coletiva, mas, em qualquer dos casos, contribui para a geração de ideias e resolução de problemas.

Para entenderes mais detalhadamente como esse potencial se manifesta, podemos classificar o processo criativo em determinados tipos:

Criatividade deliberada e cognitiva
A criatividade deliberada é aquela que surge a partir de um processo e requer certa dedicação do indivíduo para manifestá-la. Cada pessoa pode criar os seus próprios procedimentos, mas, nesse caso, o ponto chave é o estudo.

O processo criativo cognitivo consiste em reunir o máximo possível de informações para, então, desenvolver novos conceitos provenientes dos dados iniciais. É, assim, um processo combinatório que depende de uma prévia contextualização.

Criatividade deliberada e emocional
Apesar de também se manifestar de maneira deliberada, esse tipo de criatividade depende de menos análises e racionalizações. É um processo mais subjetivo despertado por fatos, memórias ou reflexões.

O ambiente de trabalho é um belo exemplo de quando esse processo criativo pode ser observado. A influência das caraterísticas de um local pode facilitar a criação de ideias, mas qualquer outro estímulo pode funcionar.

O ar fresco, uma música, uma lembrança positiva ou um cafezinho podem ajudar a pensar melhor.

Criatividade espontânea e cognitiva
A criatividade espontânea cognitiva é aquela comumente retratada em descobertas científicas e histórias de sucesso. É a famosa grande ideia que surge sem aviso prévio, acontecimento popularmente conhecido como “insight”.

Na realidade, porém, essas supostas “revelações” não surgem do nada e, frequentemente, ocorrem nos intervalos entre intensos períodos de trabalho e estudo, ou durante o chamado ócio criativo. Esse processo é muito comum na história da ciência.

Criatividade espontânea e emocional
A criatividade espontânea e emocional difere da cognitiva por gerar ideias, aparentemente, do “nada” — o que também não é exatamente verdade.

Ainda que não estejamos a dedicar com afinco ao desenvolvimento de um projeto, recebemos e assimilamos estímulos continuamente a partir das nossas experiências.

Esse tipo de criatividade não costuma acontecer quando trabalhamos com prazos ou sob pressão, justamente, por seu caráter profundamente espontâneo. É normalmente atribuída a compositores, músicos e artistas em geral.

Criatividade coletiva
Na sua essência, a criatividade é um fenômeno interno que se manifesta de maneiras muito particulares.

Quando trabalhamos sozinhos, distraímo-nos menos e temos a oportunidade de mergulhar mais fundo na nossa imaginação, mas, em contrapartida, limitamo-nos às influências pessoais, preconceitos e fronteiras do nosso próprio intelecto.

Dentro do contexto empresarial, estamos acostumados com dinâmicas que estimulam o desenvolvimento de ideias em conjunto.

O brainstorming, por exemplo, é uma das mais famosas dinâmicas utilizadas em todo o mundo e consiste em reunir ideias, opiniões e palpites de um grupo para, finalmente, analisar as informações, filtrá-las e lapidá-las.

Existem estudos sobre criatividade que defendem que as melhores ideias geralmente surgem da junção de palpites menores, na maioria das vezes, provenientes de pessoas, situações e momentos históricos diferentes.

A mente criativa brinca com os objetos que ama.

Carl Jung

Importância da criatividade nos negócios

A criatividade é uma competência que interessa a empreendedores, gestores e colaboradores, pois representa vantagens para todos. Eis alguns benefícios:

Solução de problemas
A criatividade é essencial para o desenvolvimento de soluções inovadoras, mas também representa um fator chave para a manutenção de empreendimentos já existentes.

Profissionais criativos dentro de empresas, especialmente, em momentos de crise, podem oferecer o fôlego necessário para que uma organização continue a existir, além de favorecer o bem-estar no trabalho.

Participação Ativa e Compromisso
Tornar a gestão e o desenvolvimento de soluções mais horizontal é uma maneira de valorizar os teus colaboradores, inserindo-os na administração estratégica da empresa e instigando-os para que trabalhem de maneira conjunta na promoção de melhorias que beneficiem todos os setores.

Produtividade
Os funcionários têm um imenso potencial criativo que pode ser despertado ao estimular essa competência dentro da empresa ou por meio de melhorias no ambiente de trabalho. O envolvimento e a valorização podem tornar a equipa muito mais produtiva e comprometida.

Menos falhas e queixas
Por meio de uma comunicação aberta entre gestores e funcionários, eventuais falhas no processo produtivo ou queixas relacionadas ao serviço são detetadas com mais agilidade.

Isso permite que os problemas sejam solucionados rapidamente e melhorias internas sejam providenciadas antes que boatos e reclamações comprometam a relação entre diferentes departamentos.

Tendência para o futuro
Compreendendo as atividades em que o capital intelectual atua como matéria-prima na criação, produção e distribuição de bens e serviços, além de influenciar modelos de negócio e gestão, a chamada Economia Criativa deve estar cada vez mais inserida na sociedade.

Isso deve ocorrer à medida que as operações industriais são automatizadas e novas soluções digitais são oferecidas. Caminhamos rumo a um futuro no qual as habilidades humanas serão cada vez mais requisitadas em detrimento das práticas estritamente operacionais.

Você tem que criar a confusão sistematicamente; isso liberta a criatividade. Tudo o que é contraditório cria vida.

Salvador Dalí

O que está ao teu alcance?

Tens ao teu dispor várias ferramentas que te ajudam na prática da criatividade, através de Terapias de Desenvolvimento Pessoal: Curso de Gestão de Emoções, Minicurso Caminho da Felicidade, Programa Reborn, Programa Alquimia d’Emoções, Programa Círculos de Despertar da Essência Feminina, Coaching. Assim como, Terapias Alternativas e Holísticas que te ajudam no equilíbrio físico, mental, emocional e espiritual: Reiki, Cristaloterapia, Barras de Access, Meditação e Mindfulness, Yoga do Riso, Círculos do Despertar e de Cura, Massagem Aromática, Yoga.

A Força é uma energia imensurável que faz com que o ser humano consiga mover montanhas até atingir o objetivo a que se propõe.

Diana Pinto

Desenvolvi um Programa Online, dedicado às mulheres, onde poderás, através de várias ferramentas mensais, desenvolver a tua Criatividade. A Alquimia d’Emoções é um programa com subscrição mensal com acesso a meditações, yoga, sessões do riso, dicas sobre cristais e óleos essenciais, frases inspiradoras e mensagens de oráculos para a energia do mês, para além de, 2 encontros mensais, online e em direto, para meditação ao vivo e uma masterclass com temas especiais.

Também podes acompanhar o meu trabalho na minha Página do Facebook e entrares no Canal do Telegram da Comunidade Online.

Gostaste deste artigo? Partilha com os teus amigos e familiares.

Grata pela tua atenção

Diana Pinto

Diana Pinto

Ajuda pessoas que se sentem cansadas emocionalmente a terem uma vida mais equilibrada, tranquila e FELIZ no seu dia-a-dia.

Mais artigos:

Partilhe este artigo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email