Como o stress e a ansiedade podem tornar-se numa ameaça

“Como um homem pensa, assim ele é!”

A Mente

“Como um homem pensa, assim ele é!”

Já deves ter ouvido este provérbio! Mas na verdade o que é que ele nos quer transmitir?

Por dia, temos cerca de sessenta mil pensamentos e 95% desses pensamentos são os mesmos que tivemos no dia anterior.

Isto significa que, se os teus pensamentos são constantemente os mesmos, eles vão-se tornar num hábito. Estes hábitos podem ser positivos ou negativos, de acordo com o tipo de pensamento que tens.

A nossa mente é uma ferramenta que pode ser usada como bem entendermos. Ela pode ser treinada e destreinada quantas vezes quisermos.

Aquilo que decidimos pensar cria as nossas vivências e, se acreditarmos que é difícil mudar um hábito, na realidade estamos a escolher não mudar esse hábito.

0 %
Portugal

Estima-se que, mais de um quinto dos portugueses sofre de uma perturbação psiquiátrica, sendo o segundo país com a mais elevada prevalência de doenças psiquiátricas da Europa, e as perturbações de ansiedade são as que apresentam uma prevalência mais elevada. ¹

O Stress e a Ansiedade

A ansiedade é uma reação normal ao stress do dia-a-dia.

Apenas se pode falar em perturbações de ansiedade quando existe um medo e ansiedade desproporcionado, que perduram há pelo menos seis meses e que têm um verdadeiro impacto na vida quotidiana.

A Depressão

Por sua vez, a depressão é um estado caraterizado por um sentimento de tristeza e pela perda de interesse por atividades que antes eram tidas como agradáveis.

Para ser considerada perturbação, estes sintomas persistem pelo menos duas semanas acompanhados por alterações no apetite e nos padrões de sono, fadiga, dificuldades de concentração, indecisão, pensamentos suicidas ou sentimentos de inutilidade, impotência e desespero.

A depressão afeta ao longo da vida cerca de 20% da população portuguesa e é considerada a principal causa de incapacidade e a segunda causa de perda de anos de vida saudáveis.

Uma em cada quatro pessoas em todo o mundo sofre, sofreu ou vai sofrer de depressão.

Estes dados são bastantes preocupantes e é necessário fazermos uma reflexão acerca do impacto que eles possam estar a provocar na nossa vida quotidiana, assim como daqueles que amamos.

As Emoções

Atualmente, define-se que a mente e o corpo são uma única entidade, em que a mente resulta da atividade cerebral e o corpo, muitas vezes, manifesta as nossas emoções.

As emoções negativas causam stress no corpo e levam a uma consequente diminuição da imunidade natural, aumentando as probabilidades de contrair infeções bacterianas, virais e dores musculares. Emoções como o medo, preocupação, tristeza, raiva, ciúmes, inveja e hipocrisia são prejudiciais para o corpo. A raiva e o ciúme interferem nas mensagens cerebrais para todas as partes do corpo. Os músculos ficam tensos, em especial na zona do pescoço e cervical, podendo causar desalinhamento e compressão vertebral, gerando quadros dolorosos em toda a coluna vertebral.

Existe um inter-relacionamento entre cada órgão do corpo com uma emoção específica, ou seja, toda a doença física tem uma emoção associada.

A manifestação da Doença

Toda a doença física é da tua responsabilidade, pois consciente ou inconscientemente foram provocadas por ti, através dos constantes pensamentos que tu permites que a tua mente conceba.

A doença não é mais do que um sinal do teu corpo de que algo não está bem. Apenas tens que estar atento aos sinais e saber escutar aquilo que ele te vai transmitindo. 

Quando há uma manifestação ou sinal do teu corpo, tens duas opções: aceitares ou recusares. Ao aceitares estás a realizar um ato de amor-próprio. Se recusares, nada resolves e só tendes a aumentar o problema!

A Solução

No momento em que começares a tratar a tua mente como um jardim e nele plantares boas sementes, regares, podares e eliminares as ervas daninhas que forem nascendo, é certo que irão nascer lindas flores e poderás colher bons frutos. Sendo as boas sementes os pensamentos positivos e as ervas daninhas os pensamentos negativos.

Nós colhemos o que semeamos!

Bons pensamentos produzem frutos benéficos enquanto que maus pensamentos produzem frutos doentios.

Os desejos e os pensamentos que permitimos que nos dominem, manifestam-se exteriormente, através das nossas AÇÕES e dos nossos RESULTADOS.

Devemos estar mais atentos aos sinais, às mensagens antes mesmo que se manifestem no nosso corpo físico.

Imagina a tua mente como se de um amigo se tratasse e te guia sempre que te afastas do bom caminho, com a vantagem de estar presente só para ti!

O que precisas fazer JÁ para alterares o Padrão Comportamental que tens vindo a ter?

Define uma AÇÃO que precisas de fazer para alterares algum hábito que te esteja a ser prejudicial.

¹ Dados retirados do Site SPPSM – Sociedade Portuguesa Psiquiatria Saúde Mental 

𝐂𝐡𝐞𝐠𝐨𝐮 𝐨 𝐦𝐨𝐦𝐞𝐧𝐭𝐨 𝐝𝐞 𝐜𝐮𝐢𝐝𝐚𝐫𝐞𝐬 𝐝𝐞 𝐭𝐢 𝐚 𝐝𝐚𝐬 𝐭𝐮𝐚𝐬 𝐞𝐦𝐨çõ𝐞𝐬 𝐩𝐚𝐫𝐚 𝐭𝐞𝐫𝐞𝐬 𝐮𝐦𝐚 𝐯𝐢𝐝𝐚 𝐦𝐚𝐢𝐬 𝐞𝐪𝐮𝐢𝐥𝐢𝐛𝐫𝐚𝐝𝐚, 𝐭𝐫𝐚𝐧𝐪𝐮𝐢𝐥𝐚 𝐞 𝐟𝐞𝐥𝐢𝐳!

Diana Pinto

Preparei um EBook 100% Gratuito onde abordo 10 Sinais de Burnout Emocional. Se ainda não o descarregaste, podes fazê-lo agora e descobrires os sinais aos quais deverás estar atento!

Podes acompanhar o meu trabalho na minha Página do Facebook e entrares no Canal do Telegram da Comunidade Online.

Gostaste do artigo? Deixa um comentário e partilha com os teus amigos e familiares!

Diana Pinto

Diana Pinto

Ajuda pessoas que se sentem cansadas emocionalmente a terem uma vida mais equilibrada, tranquila e FELIZ no seu dia-a-dia.

Mais artigos:

Partilhe este artigo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email